Discípulos de Cristo são cartas vivas a humanidade

outubro 28th, 2015 Posted by Colunas No Comment yet

vintage pocket clock, pen and money on old letters texture

Como Deus fala e demonstra seu amor as pessoas em nossos dias?Simples, ele envia seus discípulos, seguidores, para expressar seu  grande amor, cuidado, consolo e trazer a esperança para todos estão em dores e angustia.

O mundo esta cheio de dores e desespero, tantas pessoas movidas por anestésicos da alma, embriagados pelos prazeres que possam por um instante, por um momento que seja a placar a dor de sua existência.

Gente que já conformou os porões de suas consciências destruídas por experiências do passado, ou petrificadas pela ansiedade de um futuro incerto e sem sentido do viver.

 

Homens e mulheres que já desistiram dos sonhos, caminham como zumbis, mortos vivos, no ritmo imposto pela vida de suas próprias experiências, entre erros e acertos, choro e riso, sorte e azar, euforia e depressão, caminham como quem carrega o fardo de dores de uma jornada angustiante.

 

São pessoas que a tempos nem mesmo creem no Criador e na possibilidade de um céu onde o choro já não vai ter lugar, a separação não vai mais existir, e o sol da justiça vai brilhar sempre e a escuridão já não prevalecerá.

 

Por isto, o apostolo Paulo nos desafia ao entendimento de que somos as cartas de Cristo para nossa geração. Testemunhas eficazes em um mundo tão carente de valores do céu, de alegria verdadeira e aquela paz que só quem tem intimidade com o Criador pode vivenciar.

 

Como homens e mulheres que amam a Deus e que se submetem a sua eterna vontade com alegria e mansidão, precisamos encarnar esta carta para que todos possam ler de forma clara o chamado de Deus para um relacionamento de intimidade e revelação.

 

O mundo precisa saber do plano Eterno do Criador, aqueles que tem contato com nossa vida precisam  conhecer a vida abundante de Deus em nós.

Eles não precisam de ouvir um discurso de gente religiosa, cheios de cacoetes e frases de efeito,  mas precisam de  ver e experimentar no convívio conosco o Deus que nós servimos e amamos.

E assim, quem sabe, acalentarmos a muitos e trazer um novo sabor a vida daqueles que se imaginam sem mais nenhuma esperança por uma vida de alegrias e eternidade.

 

Vocês demonstram que são uma carta de Cristo, resultado do nosso ministério, escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de corações humanos. I Coríntios 3

 

 

Olgálvaro Bastos Jr

The comments are closed.